quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

A culpa é das estrelas: Resenha.



“Essa, às vezes, era a pior parte do câncer: a evidência física da doença separa você das outras pessoas." 
 


“Nenhum de nós consegue passar horas andando num museu. [...] Se você fosse lá, e espero que um dia consiga ir, veria várias pinturas de pessoas mortas. Veria Jesus na cruz, um cara sendo esfaqueado no pescoço, pessoas morrendo no mar, outras numa batalha, e um desfile de mártires. Mas nem. Uma. Criança. Com. Câncer. Sequer. Ninguém batendo as botas por causa da praga, nem da varíola, nem da febre amarela, nem nada, porque não existe glória na doença. Não há propósito nela. Não há honra em morrer de.”


Titulo: A culpa é das Estrelas
Autora: John Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 283


 
Sinopse: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

Resenha: Olá pessoas que Gostam de Ler! Mais uma vez trago a vocês uma resenha de um livro, que há muito tempo estava na minha listinha, ou melhor, grande lista de livros que desejo ler. Enfim, minha ansiedade passou já que o livro foi praticamente devorado.

Na verdade não foi bem assim. Interrompi a leitura e li o livro O carteiro e o poeta, em razão de uma coluna que esta sendo preparada para o blog e quando voltei a ler, ai sim o devorei. Mas vamos ao que interessa.

Hazel é uma garota de 16 anos, com câncer de Tireoide em fase terminal e que em razão disto tem passado momentos muito difíceis. Cheios de inseguranças, medos e preocupações o que é absolutamente normal no estado em que ela se encontra. Já que tem que conviver com a ideia de uma morte próxima.

Passa muito tempo refletindo sobre sua situação e tentando superar seus medos, mas uma das suas grandes preocupações não é somente com seu estado de saúde, mas principalmente com as pessoas que a cercam, seus pais.

Os pais de Hazel são dedicados, ela tem um pai muito emotivo e uma mãe que largou tudo para passar todo o seu tempo atendendo as necessidades dela e isto a preocupa, pois sabe o quanto já os fez sofrer, o quanto ainda trará sofrimento para eles e sente muito pela doença ter transformado o cotidiano da sua família e por terem deixado de vivenciar tantas coisas em razão do seu câncer.

O câncer atingiu seus pulmões, assim para que possa respirar é obrigada a carregar um cilindro de oxigênio, onde uma cânula é inserida em seu nariz permitindo com que o ar chegue até os pulmões. Já não frequenta mais a escola, indo apenas esporadicamente assistir algumas aulas. Se isolou completamente do seu círculo de amizades vivendo, portanto, em seu mundinho. Ela com ela mesma e seus pais.

Sua mãe desejando mais que tudo, que Hazel, leve uma vida normal na medida do possível, insiste que ela frequente um Grupo de Apoio de Crianças com Câncer.

Contra sua vontade, mas para atender um desejo da mãe, participa das reuniões do grupo, mesmo acreditando que aquilo não faria bem a ninguém. A nenhum membro do grupo.

 Até que em uma das reuniões conheceu Augustus Waters, diagnosticado com câncer de osteossarcoma, considerado no momento estabilizado. A partir de então se inicia uma grande amizade que posteriormente se transforma em um relacionamento amoroso.

A história se desenrola com as experiências que os dois passam a trocar, a amizade, cumplicidade e amor que surgiu entre eles. Enfim, não me permito escrever mais nada para que não estrague a leitura de vocês... Claro, para quem for ler.

O que eu tenho para escrever sobre este livro? É um livro com uma história muito, muito triste, mas bela. Eu particularmente ainda não tinha lido nenhuma obra do autor e o achei fantástico, pois ele com sua forma envolvente de escrever conseguiu transformar uma historia simples e um grande livro.

Construiu muito bem seus personagens, que são adolescentes extremamente maduros, conscientes e inteligentes. O que às vezes te faz refletir se Hazel e Augustus trata-se de adolescentes mesmo. Entendam do ponto de vista da maturidade, pois sabemos que existem milhares de jovens inteligentes e conscientes, mas a maturidade ela vem com tempo.

É uma leitura gostosa, que flui muito bem. Lembrando, que há momentos no livro muito filosóficos o que me fez às vezes reler duas, três vezes o mesmo parágrafo ou frase para poder entender a essência da mensagem que o autor quis transmitir, mas nem por isso o livro se torna maçante. Lendo, você entenderá perfeitamente o porquê do título do livro. Há uma reviravolta no livro que eu até imaginei no início da leitura.

Você somente vai começar se surpreender com o livro a partir, mais ou menos, da página 100 do livro. A capa; engraçado achei muito alegre, mas o conteúdo é extremamente triste.

Enfim, leiam, leiam, leiam.

Não percam está leitura.

Sinceramente estou com vergonha de mencionar que CHOREI MUITOOOO, pois nas minhas ultimas resenhas eu escrevi que chorei que o livro é lindo e coisa e tal... Mas acreditem é que só tenho lido livros boooonss... Livros super recomendados.

Beijão pra todos!

Por Luciana Curvello

 

 

 

 

 

14 comentários:

  1. Esse livro está na minha lista faz muitoooo tempo. Curti muito a capa e ainda estou tentando descobrir a origem do título rs. Sem dúvida é uma história belíssima e muito forte!

    desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maressa.

      Quando ler o livro irá entender o porquê do título.
      Leia é muito bom.
      Bjos
      Lu

      Excluir
  2. Oi Luciana, vim agradecer e retribuir sua visita em meu blog.Seja muito bem vinda.Já estou te seguindo também.Beijos querida, é um prazer te conhecer.Tenha um ótimo dia.

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros e cinema. Leio de tudo e assisto de tudo sem preconceitos. Tenho um companheiro, o meu amor o Pê, que também adora e este seu espaço é mesmo muito bom. Seguindo também.
    Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  4. Ver, gostar e ler
    Aprender e amar
    Educação sempre ter
    Para ninguém magoar!

    Predicados que aprendi
    Obrigado a quem me ensinou
    Amiga Luciana Curvello segui
    Foi ela que me convidou!

    Aceitei o seu convite
    Arrependido não estou
    Por que o amor existe
    Quem ama seu amor nunca enganou!

    Se você me está seguindo
    Te irei seguir também
    Voltarei para te ver sorrindo
    Porque bonito sorriso você tem!

    Boa quinta-feira para você,
    um beijinho
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. Oii
    Até hoje só li resenhas positivas sobre esse livro e tenho muita vontade de ler. Como você disse: é um livro triste, mas belo.
    Acho que também vou chorar! haha

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Luciana, em primeiro lugar, obrigada pela amável visita e comentário no meu Solidão de Alma. Vou te indicar pra minha filha Paula, que devora, se deixar, um livro por dia. Amei tudo aqui no seu cantinho e fiquei com muita vontade de ler A Culpa é das Estrelas. Amo filmes e livros que me emocionam, mesmo que sejam tristes, porque não dá pra ficar mascarando a vida com uma alegria fútil e supérflua...Beijos (tem lá no meu blog um post onde falo do meu encantamento pelo filme O Carteiro e o Poeta) Bjs, já te sigo pra não te perder...

    ResponderExcluir
  7. To doidinha pra ler esse livro, sempre leio muito bem dele.
    @awnste
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá amiga Luciana, vim visitar o teu cantinho e virei mais vezes, gostei muito. Gosto muito de ler e não leio tanto quanto gostaria e é sempre bom poder saber do que trata cada obra. Sou Sincera não aprecio histórias tristes, gosto mais de livros de ficção, mistério, aventura, humor, policiais e romance. Vou ficar seguidora, para poder acompanhar e aprender contigo.
    Beijinhos da Ana

    ResponderExcluir
  9. Bom, eu sou meio suspeito para falar das suas resenhas, não é, Lu? Mas, sinceramente, essa foi a resenha mais completa que eu li de "A Culpa é Das Estrelas", simplesmente maravilhosa, você sabe escrever uma resenha que chama a atenção do leitor e desperta a curiosidade. Obrigado por nos apresentar livros, como você mesma diz, muito bons.

    Abraços

    Alef - Floreios e Borrões - www.floreios.net

    ResponderExcluir
  10. Tenho muita vontade de ler esse livro
    Sempre falam tão bem
    E amei os marcadores

    Beijos
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adorei, querida... já seguindo também! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Lu, estou eu aqui de volta ;) amo seu blogger ^^ tem sugestões super legais de livros, inclusive li esse livro, a culpa é das estrelas, super legal e interessante!! Parabéns pelo blogger :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Luciana
    Tbe ADOREI este livro. EStava na minha lista de desejos tbe.
    Achei triste, mas nada piegas. Muito bom mesmo.
    Adorei o marcador de livros, vc que fez?
    Bjks mil

    http://blogdaclauo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir